Aborto de repetição tem tratamento?


compartilhe esse post.

Aborto de repetiçãoAlém das causas comuns de infertilidade, que impedem a concepção de um filho, alguns casais enfrentam outros tipos de problemas para ter um filho de forma natural. O aborto é comum em diversas situações, e quando ocorre em mais de 3 vezes seguidas, é chamado de aborto de repetição.

No entanto, apesar da dor no momento da perda, é importante buscar ajuda especializada em uma clinica de reprodução assim que possível uma vez que o caso deve ser investigado e examinado antes de uma nova tentativa de engravidar.

Causas

Diversos fatores podem estar relacionados aos quadros de abortamento de repetição, entre eles:

  • Antecedente de aborto;
  • Alterações cromossômicas;
  • Alterações anatômicas uterina;
  • Uso de remédios;
  • Trombofilias;
  • Infecções;
  • Doenças autoimunes;
  • Distúrbios imunológicos.

Um dos pontos a ser abordado durante a consulta é o período da gestação em que ocorreu a perda, o que pode dar indícios do fator responsável pelo abortamento. A idade da mulher é um fator importante, uma vez que quanto mais avançada for, maior o risco de alterações cromossômicas que podem levar ao abortamento.

 Tratamento

Os tratamentos para o aborto de repetição variam conforme a causa do problema. Quando a idade da mulher é avançada (acima de 35 anos), as chances de sucesso são menores, mesmo com tratamento.

Independente do fator responsável pelo quadro de abortamento de repetição, recomenda-se que o casal mantenha hábitos de vida saudáveis (uso de polivitamínicos, alimentação balanceada, evitando o tabagismo e a ingestão de álcool e cafeína) para obter um melhor desfecho gestacional.

 



Redes Sociais

Confira as novidades da Mater Prime nas nossas redes sociais e compartilhe com seus amigos.


© 2015 - Desenvolvido por WSI