Centro de reprodução comenta técnica que isola célula-tronco produtora de óvulos


compartilhe esse post.

Centro de reprodução humana comenta novidade que isola célula tronco | Clínica Mater Prime

Centro de reprodução comenta a pesquisa publicada pela revista científica “Nature Medicine”, que descobriu no ovário de mulheres em idade reprodutiva células-tronco capazes de produzir novos óvulos.

A descoberta quebra um paradigma da medicina. Desde a década de 1950, é consenso entre os especialistas que as fêmeas de todos os mamíferos nascem com um número limitado de óvulos. Quando esse estoque termina, chega a menopausa.

“O objetivo primário do estudo era provar que células-tronco produtoras de oócitos [óvulos] existem de fato no ovário de mulheres durante a vida reprodutiva, o que nós acreditamos que esse estudo demonstra muito claramente”, afirmou Jonathan Tilly, autor do estudo, em material de divulgação do Hospital Geral de Massachusetts, nos EUA.

O que, para os pesquisadores, é uma “demonstração muito clara” já vinha sendo buscada havia alguns anos. Em 2004, um estudo demonstrou pela primeira vez que as fêmeas poderiam continuar produzindo células reprodutivas ao longo da vida sexual.

Agora, os cientistas pretendem transformar a descoberta em tratamentos para engravidar. Eles também acreditam que seja possível prolongar o período fértil da vida de uma mulher.

 

Fonte: G1.globo.com



Redes Sociais

Confira as novidades da Mater Prime nas nossas redes sociais e compartilhe com seus amigos.


© 2015 - Desenvolvido por WSI