Clínica especializada em FIV explica o tratamento


compartilhe esse post.

Clínica especializada em FIVUma clínica de reprodução humana possui diversos tratamentos para infertilidade e ajuda inúmeros casais a realizar o sonho de ter filhos. Entre os tratamentos mais procurados em SP estão a FIV e a inseminação artificial.

A FIV – fertilização in vitro – é uma das técnicas de reprodução assistida com maior índice de resultados positivos. O procedimento deve ser realizado em uma clínica apta a fazer o procedimento, com médicos especializados e todos os equipamentos necessários para a reprodução em laboratório.

Como o procedimento é realizado em uma clínica de FIV?

O primeiro passo para realizar qualquer tratamento de fertilidade é buscar uma clínica especializada em FIV em SP e contar com um médico especialista para diagnosticar a causa da infertilidade e indicar o melhor tratamento para o problema, seja ele na mulher, no homem ou nos dois.

Quando a técnica escolhida é a fertilização in vitro, a mulher passa a tomar doses reguladas de hormônios que estimulam a produção e a liberação do óvulo. Quando os gametas já se encontram maduros eles são coletados e preservados. Por sua vez, o sêmen masculino é coletado através da masturbação e manipulado de forma a manter apenas os espermatozoides que apresentem melhor forma e condições de fecundar adequadamente o óvulo.

Quando os dois gametas estão prontos, eles são colocados em cultura juntos, com centenas de milhares de espermatozoides para cada óvulo. Assim, um deles irá fecundar o óvulo, da mesma forma que ocorre no útero feminino quando da gestação natural. Outra técnica é chamada ICSI, onde o espermatozoide é introduzido diretamente no óvulo. Após cerca de 72 a 96 horas se desenvolvendo em laboratório, o embrião é transferido para o útero feminino. O procedimento não é invasivo ou doloroso, sendo parecido com o exame Papanicolau.

Quando a FIV é recomendada?

Entre os principais problemas de fertilidade que requerem a fertilização in vitro como tratamento estão:

• Alterações tubárias;
Endometriose;
• Alterações nos óvulos;
• Leves alterações na composição do sêmen;
• Alterações na quantidade ou qualidade dos espermatozoides;
• Idade materna avançada ( acima dos 37 anos)

Quando outros tratamentos para infertilidade falham o procedimento também é recomendado. Caso a mulher ou o homem não possuam gametas apropriados para a reprodução, ambos podem recorrer à doação e realizar a fertilização in vitro com óvulos e/ou espermatozoides de doadores.

 



Redes Sociais

Confira as novidades da Mater Prime nas nossas redes sociais e compartilhe com seus amigos.


© 2015 - Desenvolvido por WSI