Como funciona a ovodoação?


compartilhe esse post.

Tratamento para ovodoação

Compartilhar é um gesto altruísta e que demonstra grande valor de quem doa algo que pode ajudar outra pessoa, especialmente quando a receptora é desconhecida. A ovodoação é um desses gestos, representando a doação de óvulos para uma mulher que não consiga produzi-los de forma adequada para realizar o sonho de ser mãe.

A ovodoação é parte dos tratamentos de reprodução assistida e através dela é possível realizar uma fertilização in vitro quando a mulher que deseja engravidar não possui óvulos em quantidade ou qualidade para gerar uma criança. Assim, óvulos doados são fertilizados e implantados em seu útero.

Como é feita a ovodoação?

Para realizar a ovodoação é preciso que a doadora receba doses hormonais para desenvolver e liberar óvulos. Estes são coletados e analisados. Enquanto isso, a receptora também recebe hormônios para que seu útero se prepare para receber o embrião e o desenvolva corretamente.

Após a coleta, o óvulo doado é fecundado com os espermatozoides do parceiro da receptora. Depois de alguns dias (entre 3 e 5 dias) de desenvolvimento em um centro de reprodução humana, os embriões são implantados no útero da receptora, que passa a ter uma gestação comum.

Quem pode ser doadora?

Para doar seus óvulos e ajudar outras mulheres a realizar o sonho de ser mãe, a doadora deve seguir alguns requisitos:

  • Ter menos de 35 anos;
  • Não apresentar doenças infectocontagiosas;
  • Não possuir histórico de doenças genéticas;
  • Possuir tipo sanguíneo e físico compatíveis com a receptora;
  • Ter bom potencial ovariano.

Além disso, a mulher deve estar ciente de que a ovodoação é um gesto completamente altruísta, que não pode envolver nenhum tipo de remuneração para a doadora. A única gratificação possível segundo a lei é o custeamento do tratamento para que os óvulos sejam doados pela receptora.

Todo o procedimento é sigiloso e anônimo, ou seja, a doadora e a receptora não podem se conhecer ou ter algum grau de parentesco. Ao doar os óvulos a doadora também perde qualquer direito sobre a criança que possa vir a ser gerada através deles, sem conhecer sua identidade ou de seus pais.



Redes Sociais

Confira as novidades da Mater Prime nas nossas redes sociais e compartilhe com seus amigos.


© 2015 - Desenvolvido por WSI