Baixa Reserva Ovariana (Idade acima dos 35 anos)


compartilhe esse post.

A reserva ovariana de uma mulher é determinada ao nascimento. Infelizmente não existem células nos ovários das mulheres capazes de regenerar a quantidade de óvulos ao longo da vida. Vale lembrar que tais células são encontradas nos homens, que podem manter a produção de espermatozoides satisfatórias até em idades muito avançadas. Sendo assim, todas as mulheres apresentarão ao longo da vida reprodutiva uma fase em que a quantidade de óvulos está abaixo do que a considerada ideal para gerar a gravidez e, em última instância, entrarão na menopausa. A idade média da mulher entrar na menopausa é 51 anos e isso significa que não existem mais óvulos nos ovários capazes de gerarem embriões de boa qualidade para gravidez. Além disso, na menopausa, os ovários param de produzir o hormônio estrogênio e a mulher pode apresentar os sintomas típicos da falta de estrogênio no sangue, tais como ondas de calor, secura vaginal, labilidade emocional.

A baixa reserva ovariana é uma das causas da infertilidade e é comum em mulheres na faixa dos 40 anos, apesar de, em alguns casos, ocorrer mais cedo. Com a baixa reserva ovariana, a mulher tem maior dificuldade para engravidar naturalmente.

Falência ovariana precoce

Quando uma mulher com menos de 35 anos perde sua reserva ovariana, ela apresenta falência ovariana precoce. Tal situação pode decorrer de diversos fatores, como:

  • Doenças auto-imunes, tais como lúpus eritematoso sistêmico;
  • Genética, tais como síndrome de Turner;
  • Efeitos colaterais de tratamentos oncológicos, tais como quimioterapia ou radioterapia;
  • Tratamentos cirúrgicos com comprometimento dos ovários.

Nos casos de baixa reserva ovariana, a mulher deve buscar um tratamento para gravidez de maneira rápida, pois alguns meses podem fazer a diferença entra a obtenção da gravidez. Sempre devemos buscar o diagnóstico do problema e buscar o melhor tratamento para conseguir realizar o sonho de ter um filho.



Redes Sociais

Confira as novidades da Mater Prime nas nossas redes sociais e compartilhe com seus amigos.


© 2015 - Desenvolvido por WSI