601

Infertilidade - Histerossalpingografia

Quando o casal detecta alguma dificuldade na concepção ou desenvolvimento do feto, deve procurar ajuda especializada e monitorar a situação, afim de detectar possíveis problemas de fertilidade e resolvê-los com a ajuda de uma clínica de fertilização assistida.

Histerossalpingografia

hister

O exame conhecido como histerossalpingografia é usado para detectar possíveis anomalias e disfunções da cavidade uterina e das trompas do sistema reprodutor feminino. Nesse exame é usado um contraste que permite visualizar toda essa região e identificar possíveis causas da infertilidade. Entre os fatores que são avaliados nas trompas nesse exame estão a permeabilidade, as formas, a posição e a retenção de contraste.

Entre os fatores que podem ser descobertos no exame estão:

  • Sinéquia uterina;
  • Pólipos;
  • Miomas submucosos;
  • Impedimento do encontro do óvulo com espermatozoide.

O resultado da histerossalpingografia pode ter uma influência muito grande sobre qual o melhor tratamento de reprodução humana para o caso em específico. Ele será capaz de determinar diversos fatores femininos, incluindo a ocorrência de endometriose, moléstia inflamatória pélvica, tuberculose genital e outros problemas. Após os resultados, o casal deve consultar um médico especialista visando receber instruções sobre o tratamento mais adequado.

Continue lendo

Redes Sociais

Confira as novidades da Mater Prime nas nossas redes sociais e compartilhe com seus amigos.


© 2015 - Desenvolvido por WSI