Rejuvenescimento do ovário pela infusão de PRP (plasma rico em plaquetas)


compartilhe esse post.

O Rejuvenescimento do ovário pela infusão de PRP (plasma rico em plaquetas) é um tratamento de fertilidade que tem como objetivo restaurar a capacidade da mulher de produzir novos óvulos, em casos nos quais não havia oócitos com qualidade ou em quantidade suficientes para uma fertilização.

A partir do procedimento médico a mulher pode ter uma gravidez com os próprios óvulos, sendo indicado principalmente para mulheres que não desejam realizar um tratamento de infertilidade com óvulos de uma doadora.

A possibilidade de rejuvenescer os ovários

O tratamento de Rejuvenescimento Ovariano pela infusão de PRP foi realizado inicialmente por pesquisadores egípcios que conseguiram devolver a fertilidade para uma mulher de 49 anos na pós-menopausa.

Ela foi capaz de conceber um bebê saudável e geneticamente normal devido ao tratamento que envolveu a injeção, nos ovários, de um material com as próprias células sanguíneas que foi chamado de PRP (Platelet Rich Plasma = Plasma Rico em Plaquetas).

A partir do relato bem-sucedido do tratamento em um congresso na Alemanha, pesquisadores de diferentes partes do mundo replicaram o método. Nas oito mulheres nas quais o tratamento foi realizado, observou-se uma recuperação da ovulação, com ocorrência de ciclo menstruais entre 1 e 3 meses após a injeção do PRP.

O que é PRP e como funciona?

O PRP é a sigla para plasma rico em plaquetas. A produção é realizada a partir do sangue da própria paciente e leva aproximadamente 45 minutos para ser preparada. Esse material é rico em fatores de crescimento, que são plaquetas e glóbulos brancos com capacidade de curar lesões.

Por exemplo, quando se faz um corte na pele, alguns dias depois é possível observar uma substância amarelada. Ela é composta por plaquetas, glóbulos brancos, coagulação do sangue e fatores de crescimento que permitem curar o machucado. O princípio usado no Rejuvenescimento Ovariano é o mesmo, sendo o objetivo tratar o envelhecimento dos ovários.

Os fatores de crescimento possuem diversas funções biológicas e imunológicas relevantes para o organismo, proporcionando, por exemplo, o desenvolvimento de vasos sanguíneos novos, tecidos nervosos e conjuntivos. Esse processo ocorre devido à ativação de células estaminais ou totipotentes, que são encontradas em todo o organismo humano.

No caso da injeção de PRP no ovário, acredita-se que os fatores de crescimento estimulam a vascularização ovariana e a reativação de folículos primordiais que ainda estão presentes no ovário, mas que não eram mais estimulados.

Acredita-se ainda que, a presença de células-tronco identificadas no ovário pode auxiliar o tratamento via PRP, uma vez que elas são capazes de, ao receberem o estímulo biológico correto, transformarem-se em qualquer outra célula, inclusive em óvulos.

Quem pode fazer o procedimento?

O Rejuvenescimento do ovário pela infusão de PRP é indicado para mulheres que estejam saudáveis e se enquadrem em uma das seguintes situações:

  • já estão na menopausa ou perimenopausa, mas têm idade inferior a 50 anos;
  • inférteis com baixa reserva ovariana;
  • com insuficiência ovariana precoce.

Além de atenderem alguma dessas situações, o procedimento é indicado para mulheres que passaram pelos exames básicos, tanto clínicos quanto ginecológicos.

Para que o procedimento possa ser realizado com segurança, é essencial procurar por um médico especialista em reprodução humana. Além de ser o profissional indicado para conduzir o tratamento, deve ser ele a esclarecer as dúvidas relacionadas com o procedimento e apontar quais as chances reais de sucesso.

Agende sua consulta



Redes Sociais

Confira as novidades da Mater Prime nas nossas redes sociais e compartilhe com seus amigos.


© 2015 - Desenvolvido por WSI