Reversão da vasectomia possibilita a volta da fertilidade masculina


compartilhe esse post.

Tratamento masculino

O método contraceptivo definitivo para o homem é a vasectomia, procedimento cirúrgico que consiste na ligação dos ductos deferentes, fazendo com que os espermatozoides produzidos no testículo deixem de fazer parte do líquido seminal produzidos pelas vesículas e pela próstata.

Entre as dúvidas persistentes neste tipo de procedimento está a preocupação quanto ao desempenho sexual. Especialistas, no entanto, são unanimes em afirmar que a vasectomia não está relacionada e não causa nenhum tipo de problema no desempenho sexual masculino, assim como não afeta a ejaculação e o prazer no ato sexual.

Além disso, alguns homens possuem desejo de nova gravidez após a realização da vasectomia. Isso é possível através da realização da cirurgia para reversão da vasectomia ou através da punção do epidídimo para extração dos espermatozoides associado às técnicas de reprodução assistida.

Vasectomia e reversão

A vasectomia é considerada um procedimento pouco invasivo geralmente realizado por anestesia local. Esse procedimento cirúrgico tem duração de menos de uma hora e o paciente é liberado no mesmo dia, caso a cirurgia seja realizada com sucesso. Ao realizar a vasectomia o homem não corre o risco de ter suas células reprodutivas diminuídas e estas continuam armazenadas nos epidídimos.

A cirurgia de reversão da vasectomia é conhecida como vaso-vaso anastomose, que consiste na recanalização dos ductos deferentes permitindo que os espermatozoides voltem a fazer parte do sêmen ejaculado durante o ato sexual. O procedimento é realizado com o auxílio de microscópio e fios cirúrgicos extremamente finos, sob anestesia geral e pode durar aproximadamente 3 a 4 horas.

Fertilidade após tratamento

Após realizar uma reversão, mesmo que o procedimento seja realizado com técnica correta, não há garantia total sobre a volta da fertilidade masculina, principalmente nos casos em que a vasectomia foi realizada à mais de 10 anos. Caso não haja sucesso em tentativas de engravidar, o indicado é procurar uma clínica de reprodução humana que será capaz de identificar as causas do problema.

Após a realização do procedimento, o período para a produção de espermatozoides viáveis para a fertilização pode demorar entre 6 e 12 meses, enquanto uma gestação natural pode demorar entre 12 e 18 meses. Caso não obtenha sucesso em tentativas nesse período, o indicado é procurar uma clínica de reprodução humana.

Caso seja comprovada dificuldade de concepção natural, é possível considerar a inseminação artificial, nos casos de alterações leves do espermograma após a reversão ou a fertilização in vitro.



Redes Sociais

Confira as novidades da Mater Prime nas nossas redes sociais e compartilhe com seus amigos.


© 2015 - Desenvolvido por WSI