Sintomas de gravidez após a FIV


compartilhe esse post.

Uma das dúvidas mais frequentes de pacientes que estão em meio a um tratamento de Fertilização In Vitro (FIV) é “Como vou saber se deu certo?”. Por mais que o especialista em reprodução assistida esteja acompanhando a evolução do caso de perto, existem alguns sinais que podem ajudar a perceber se o procedimento teve sucesso.

Durante o tratamento de fertilização o casal passará por uma série de etapas, desde a realização de exames que avaliarão o potencial fértil, tanto do homem quanto da mulher, estimulação dos ovários com coleta de óvulos, fertilização dos mesmos com os espermatozoides, até a fase de transferência dos embriões, antes de ser feito o acompanhamento da gestação em si.

A partir da transferência de embriões, o progresso da fertilização in vitro dependerá exclusivamente da receptividade do organismo da futura mamãe ao embrião, que pode ou não permitir a implantação e, consequentemente, a gravidez.

Contudo, existem alguns sintomas que podem auxiliar a identificar se a implantação após a transferência de embriões ocorreu.

Quais são os sintomas comuns após a transferência de embriões?

Podemos considerar que a mulher está grávida após a realização do teste de gravidez com o resultado positivo.. No entanto, após a transferência de embriões da FIV, são comuns alguns sintomas que podem indicar um quadro favorável da implantação, como:

  • Cólicas;
  • Seios inchados e sensíveis;
  • Fadiga;
  • Breve perda sanguínea (escape menstrual), aproximadamente entre o 7º e o 9º dia. Esse é um grande indicativo de que a implantação foi bem-sucedida.

Caso identifique sintomas que fujam dos citados acima, como hemorragias ou dores abdominais muito fortes, é essencial que a paciente procure o auxílio do especialista em reprodução humana que está acompanhando o caso.

Além disso, nem todas as mulheres que realizam a FIV apresentam esses sintomas nessa fase, variando de acordo com o organismo de cada uma. O que também significa que, mesmo que esses indícios sejam notados pela paciente, eles não garantem a certeza de uma gestação.

Gravidez apos a FIV

Como confirmar a gravidez após a FIV?

Após a implantação do embrião no endométrio da paciente, uma gestação concebida por meio de um tratamento de reprodução assistida não se difere de uma gravidez natural, portanto os sintomas serão os mesmos.

Os especialistas orientam que uma mulher que realizou um tratamento de FIV aguarde cerca de 9 a 11 dias após a transferência de embriões para realizar o teste de gravidez sanguíneo (BhCG quantitativo). O número de dias de espera para a realização do teste de gravidez vai depender do estágio de desenvolvimento de embrião no momento da transferência. Para mulheres que recebem o embrião em quinto dia, uma espera de 9 dias está excelente. Para mulheres que recebem embriões em terceiro dia, uma espera de 11 dias é necessária para dosarmos o BhCG sanguíneo. Isso porque, logo após a transferência dos embriões, os níveis hormonais que indicam a presença da gravidez podem não ser identificados pelo exame.

É possível notar outras mudanças no organismo da paciente, como o aumento da frequência urinária e cólicas na região uterina, causadas devido à presença do embrião recém-implantado no endométrio.

Apesar de todos esses indícios, apenas um profissional capacitado poderá confirmar a gravidez, seja ela proveniente de um tratamento de reprodução humana ou concebida de forma natural, por meio da análise de exame de sangue e ultrassonografia.

Agende sua consulta



Redes Sociais

Confira as novidades da Mater Prime nas nossas redes sociais e compartilhe com seus amigos.


© 2015 - Desenvolvido por WSI