Tratamentos para a Infertilidade Sem Causa Aparente (ISCA)


compartilhe esse post.

É caracterizado um caso de Infertilidade Sem Causa Aparente (ISCA) quando, mesmo após a realização de todos os exames disponíveis para analisar possíveis causas de infertilidade, tanto feminina quanto masculina, os especialistas em reprodução humana ainda não conseguem encontrar um motivo para o casal não conseguir engravidar.

A ISCA acomete, em média, de 10% a 15% dos casais que, após aproximadamente 12 meses de tentativas, apresentam dificuldades em gerar uma criança. Muitos optam por procurar uma clínica de reprodução humana, mas não apresentam alterações fisiológicas ou orgânicas que justifiquem a infertilidade conjugal.

Antes de confirmar que o casal realmente apresenta Infertilidade Sem Causa Aparente, é muito importante rever todos os exames que realizaram e, se for o caso, repetir alguns que apresentaram alguma alteração pequena ou que foram coletados há mais tempo. Assim que for confirmada a ISCA, o profissional que está acompanhando o caso deverá indicar um dos tratamentos de reprodução humana assistida indicados para esses casos.

tratamento para ISCAQuais os tratamentos de reprodução humana mais indicados para casos de ISCA?

É importante considerar alguns fatores antes de indicar o melhor tratamento de reprodução para o casal acometido pela ISCA. São eles: a idade da mulher, o período em que o casal apresenta problemas de fertilidade, a disposição financeira dele e a ansiedade em ter o bebê.

Para um casal considerado jovem e com ansiedade controlada, a revisão de hábitos, como o tabagismo e consumo de bebidas alcoólicas, bem como a alimentação já podem auxiliar na melhora da fertilidade. Para outros casos e mesmo para casais jovens que não apresentarem melhoras apenas com a revisão dos hábitos, são recomendados três principais tratamentos:

  • Coito programado;
  • Inseminação artificial, e
  • Fertilização in vitro.

Entenda como cada um poderá auxiliar em casos de ISCA:

Coito programado

Também chamado de namoro programado, o coito programado é considerado um tratamento de reprodução humana de baixa complexidade que se baseia no acompanhamento do ciclo menstrual da mulher, desde o crescimento do folículo, a fim de auxiliar o casal a ter relações no período mais fértil da mulher.

É um tratamento bastante simples, que pode ser realizado de maneira natural, apenas com a análise do período fértil por meio de ultrassonografia e sem medicação ou com o auxílio da indução ovulatória, que é realizada por meio de medicamentos prescritos pelo especialista.

Inseminação artificial

Conhecida também como Inseminação Intrauterina (IIU), a inseminação artificial é uma opção de tratamento de reprodução assistida de baixa complexidade que se assemelha bastante ao coito programado, mas com uma diferença fundamental: ao invés de orientar o melhor período para o casal ter relações sexuais, nas quais os espermatozoides são depositados no útero de maneira natural, ou seja, por meio da ejaculação, durante a inseminação intrauterina os gametas masculinos (espermatozoides) são coletados, por meio de masturbação, e inseridos no fundo da cavidade uterina, bastante próximos às tubas uterinas, em laboratório.

Esse procedimento minimiza os esforços que os espermatozoides precisam realizar para “nadarem” de encontro ao óvulo que será fecundado. Contudo, como esse encontro ocorre nas tubas uterinas, é preciso que as trompas de falópio da paciente estejam em perfeitas condições. Esse tratamento é indicado nos casos de ISCA até 3 anos de tentativa, no máximo. Após 3 anos de infertilidade, a eficácia desse tratamento cai drasticamente.

Fertilização in vitro

Representada pela sigla FIV, a fertilização in vitro é a técnica mais sofisticada de reprodução humana. Durante o procedimento são colhidos os gametas femininos (óvulos) e masculinos (espermatozoides) e a fecundação é gerada em laboratório. Após a formação do embrião, ele é transferido ao útero feminino para dar  início à gestação.

O sucesso desse procedimento dependerá da implantação do embrião no endométrio, que poderá ser influenciado por alguns fatores. Confira quais são eles aqui.



Redes Sociais

Confira as novidades da Mater Prime nas nossas redes sociais e compartilhe com seus amigos.


© 2015 - Desenvolvido por WSI