Programa de Ovorecepção

Existem inúmeras causas responsáveis pela infertilidade de um casal. Na maioria das vezes, conseguimos identificá-las por meio de exames específicos solicitados após o primeiro atendimento. Após essa etapa, procuramos realizar o tratamento específico para conseguir então a tão esperada gravidez! Os tipos de tratamentos são: uso de medicamentos para estimular a ovulação e melhorar o sêmen, cirurgias para desobstruir as trompas e tratamento da endometriose, técnicas de fertilização in-vitro, entre outras.

Todo o processo de investigação e tratamento da infertilidade é muito delicado e com certeza merece muita atenção e respeito!

Uma das causas de infertilidade é a ausência de óvulos adequados para fertilização. Isso pode ocorrer em pacientes com baixa reserva ovariana por cirurgias que atingiram os ovários; em pacientes que realizaram tratamentos oncológicos com consequente fibrose ovariana; em pacientes com alguma alteração genética que leve a menopausa precoce; em pacientes com idade avançada com óvulos que não formem embriões resistentes ao processo de gravidez. Nesses casos, temos a doação de óvulos como tratamento possível para geração da gravidez.

Esse tratamento possui uma serie de particularidades:

1) É sigiloso, ou seja, o conhecimento é EXCLUSIVO do médico e do casal.

2) É anônimo, isto é, os doadores NÃO podem ser conhecidos/família do casal.

3) A paciente DOADORA precisa ter menos de 35 anos , nenhum histórico de doença genética familiar, cariótipo normal, exames de sorologia negativos, bom potencial ovariano, mesmo tipo sanguíneo, mesmas características físicas e liberação após avaliação psicológica.

Em nossa clínica, só aceitamos doadoras que tenham idade máxima de 30 anos, justamente para aumentar ainda mais as taxas de gestação.

A taxa de sucesso com óvulos doados é cerca de 70% por tentativa. No caso de embriões excedentes, a taxa acumulativa de gestação chega a 80%.

Após seleção apropriada, iniciamos o processo de sincronização das pacientes, para que o endométrio da paciente receptora esteja preparado para receber os embriões formados a partir da fertilização in-vitro dos óvulos da paciente doadora.
As taxas de sucesso do tratamento de ovodoação são excelentes, como demonstrado pelo gráfico abaixo do CDC (Centers for Disease Control and Prevention) que compara a taxa de nascidos vivos/idade com óvulos próprios (verde) ou óvulos doados (azul):

 

Fonte: CDC 2009 ART Report.

Redes Sociais

Confira as novidades da Mater Prime nas nossas redes sociais e compartilhe com seus amigos.


© 2015 - Desenvolvido por WSI